Ensino Superior

Reforma do Sistema Universitário da Europa de Leste discutida em Coimbra

Projeto reúne especialistas europeus para debater e transmitir experiências de autonomia em instituições de ensino superior. Por João Neves, Tiago Rodrigues e Rafael Velho                                                                      

Teve início esta tarde, 3 de novembro, o debate sobre a autonomia universitária e governação institucional, que se prolonga até amanhã no auditório da Reitoria. O objetivo da reunião prende-se com a reforma e melhoria dos sistemas universitários de três países da Europa de Leste: Arménia, Moldávia e Ucrânia.

O projeto é organizado pela Associação Europeia de Universidades (AEU) em parceria com a Universidade de Coimbra (UC) e o Instituto Politécnico de Coimbra (IPC). De acordo com a vice-reitora da UC para o Planeamento e Finanças, Margarida Mano, o projeto da Associação Europeia de Universidades visa a autonomia de sistemas com “necessidade de crescimento e de mudanças profundas”, até no próprio contexto político. O exemplo português foi escolhido tendo em conta “as grandes alterações no sistema de governação do ensino superior”, assegurou Margarida Mano. Em suma, o objetivo é “discutir e refletir sobre como exercer autonomia em situações de mudança de governação e de incerteza”, concluiu a vice-reitora.

Por sua vez, o vice-presidente do IPC, Paulo Sanches, referiu a necessidade de reforma dos sistemas universitários da Europa de Leste, visto que “são muito dominados pelos governos”. Uma das soluções para esta questão passa pela aprendizagem “do que foi a nossa experiência de autonomia nas instituições de ensino superior”, acrescentou Paulo Sanches. No entanto, Portugal também tem algo a aprender com esta troca de experiências e a obrigação de “transmitir conhecimento aos outros países que nestes processos estão mais atrasados”, finalizou o representante do Politécnico.

Depois de a discussão sobre as mudanças na governação das instituições, a discussão de amanhã irá incidir sobre o papel dos órgãos externos à universidade. Na quarta-feira, 5 de novembro, os cerca de 50 responsáveis por instituições de ensino voltam a reunir-se para finalizar as questões do debate.

pateo das escolas

Foto: Arquivo

Discussão

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: