Ensino Superior

Núcleos de estudantes promovem ações de solidariedade

Os núcleos de estudantes da Associação Académica de Coimbra vão mais além da vida académica e demonstram o seu lado solidário. Os últimos meses do ano têm especial atenção nas ações de sensibilidade social. Por Eva Oliveira e Sandro Raimundo

O mês de novembro tem especial atenção por parte dos núcleos em questões de solidariedade e de voluntariado. O Núcleo de Estudantes de Economia (NEE/AAC) recebeu hoje, 12, na Sala Keynes, a ATLAS – Organização Não-Governamental para o Desenvolvimento – que apresentou os seus projetos de voluntariado. “Estes serão apoiados e divulgados pelo NEE/AAC”, refere Luís Moniz, colaborador do núcleo.

O Núcleo de Estudantes da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (NEFLUC/AAC) também não se mostrou indiferente a estas campanhas e desenvolveu uma recolha de material escolar que decorre entre o dia de hoje e se estende até amanhã, 13. O ponto de entrega é a sala do NEFLUC, no quarto piso da FLUC e, depois de recolhidos, os materiais serão cedidos aos Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra (SASUC).

NEFLUC pretende “deixar de ver na zona da Universidade apenas carros de bebidas energéticas”

O núcleo tem vários projetos de cariz social para um futuro próximo. Dos mais relevantes, está a “Semana Social”, que funcionará de segunda a quinta (ainda não existem datas previstas) e tem como objectivo todo o tipo de recolha. Outro projeto será o “Café Tertúlia” que consiste “na conversa com alguém que tenha passado dificuldades, relatando as formas de ultrapassar os problemas financeiros e sociais para obter sucesso”, explicou Carlos Garcia, colaborador do NEFLUC. Também está em vista a criação de um “Banco de voluntariados” que, esclarece, “terá como objectivo a cooperação entre núcleos, criando protocolos com instituições de Coimbra”. Assim, quando necessário “haverá uma maior facilidade de contacto e proximidade fomentando o espírito de entreajuda”, explica. Por fim, pretendem sensibilizar os estudantes para projetos direcionados à área da saúde, mais concretamente, a recolha de sangue. Carlos Garcia ambiciona “trazer a carrinha do Serviço Nacional de Saúde de recolha de sangue para a porta da FLUC” e brinca que o objetivo é “deixar de se ver na zona da Universidade apenas carros de bebidas energéticas”.

Levar a ciência às crianças mais carenciadas é plano a longo prazo para o NEBIOQ

A juntar-se às acções solidárias, o Núcleo dos Estudantes de Bioquímica (NEBIOQ/AAC), apresenta até final de novembro uma campanha de recolha de alimentos em parceria com a associação “Integrar”. Esta parceria foi protocolada no ano letivo de 2012/2013 pelo antigo presidente do núcleo Carlos Tadeu e tem vindo a ser um sucesso, refere o presidente do núcleo Gonçalo Teixeira. “Há um ponto de recolha no Ex-Departamento de Bioquímica da Faculdade de Ciências e Tecnologia da UC (FCTUC), logo à entrada, e outro no primeiro andar do Edifício São Bento (Instituto de Antropologia)”, menciona Gonçalo Teixeira. Com vista a acções no futuro, o NEBIOQ está a explorar a possibilidade de “mostrar às crianças mais carenciadas um pouco de ciência básica”, explica o presidente que acrescenta haver ainda “ lugar para uma recolha de sangue, provavelmente no segundo semestre, em parceria com o Instituto Português do Sangue”.

NEM com actividades de solidariedade para diversas gerações

Também o Núcleo de Estudantes de Medicina (NEM/AAC) irá “colaborar na divulgação e sensibilização da recolha de sangue que será organizado pelo Centro Hospitalar da Universidade de Coimbra (CHUC)”, refere Soraia Branco, uma das colaboradoras do núcleo. Apesar de já ter ocorrido este ano, o núcleo desenvolve também o projeto “Convida os avós” cujo objetivo é “dispensar um pouco do tempo para fazer check-ups de forma voluntária aos mais idosos”, explica a colaboradora. “3R’s com arte”, que é um outro projeto que faz parte do núcleo, visa consciencializar as crianças para questões ecológicas e ocorrerá no próximo dia 26 de novembro, no Pavilhão Centro Portugal.

Lara Mendes, também colaboradora no NEM, apresenta um projeto solidário com duas vertentes: “vender bolos e cafés no Pólo III” e “realizar workshops sobre questões de humanização de medicina”. Todo o dinheiro angariado será “convertido em prendas que depois serão oferecidas na semana de 11 a 17 de dezembro aos utentes mais necessitados do Hospital de Coimbra”, conclui a estudante.

O Jornal A Cabra teve ainda conhecimento de uma ação de recolha de sangue promovida pelo Núcleo de Estudantes de Química (NEQ/AAC), bem como da V Gala de Solidariedade do Departamento de Química da FCTUC. No entanto, até ao momento, não foi possível entrar em contacto com qualquer dos colaboradores do mesmo.

Discussão

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: