Ensino Superior, Uncategorized

João Gabriel Silva reeleito Reitor da UC com apenas um voto contra

A reeleição de João Gabriel Silva como Reitor da UC foi consumada esta tarde pelo Conselho Geral, com 24 votos a favor em 31 possíveis. Por Tiago Cortez

Mais quatro anos de João Gabriel Silva. Foi isso que ditou o Conselho Geral (CG) da Universidade de Coimbra (UC), que elegeu o professor de 57 anos para um segundo mandato à frente dos destinos da universidade, com base num programa eleitoral baseado na internacionalização e no conceito de universidade global, uma universidade capaz de atrair alunos estrangeiros.

Ruben Ferreira, estudante do Mestrado de Comunicação e Jornalismo e membro do CG, revelou que os cinco estudantes do CG votaram a favor de João Gabriel Siva. O estudante desejou ainda boa sorte ao reitor e disse que “acredita que a UC vai ser uma universidade de topo virada para o estudante internacional”.

Em declarações ao Jornal Universitário – A CABRA, Ana Teresa Peixinho, professora auxiliar da Faculdade de Letras da UC (FLUC) e membro do CG, salientou três aspetos “muito positivos” do programa de João Gabriel Silva: “a lusofonia, ou seja, a língua portuguesa como aspeto diferenciador da UC, a promessa da abertura de concursos para professores auxiliares e catedráticos e a exigência de qualidade dos docentes que vão ser contratados”.

Ana Teresa Peixinho destacou a importância das medidas que pretendem rejuvenescer os quadros docentes da UC. No entanto, a professora da FLUC revelou ter algumas dúvidas em relação ao principal mote de João Gabriel Silva – “a estratégia para atingir o estatuto de universidade global”. Os constantes desinvestimentos estatais ao nível do ensino superior, num país da dimensão de Portugal, levam a docente a pensar que “ainda não será nos próximos dez ou quinze anos, como o senhor reitor pensa, que a UC vai ser uma universidade global”.

João Gabriel Silva venceu as eleições às quais se apresentava como candidato único, após a rejeição das candidaturas de Vinod Kumar Anand e de Lalit Kumar Sagar. Ana Teresa Peixinho sublinha que esse é um facto “lamentável” até porque “em qualquer eleição deve haver uma discussão de programas, de perfis, de projetos” e, como tal, “a UC só teria a ganhar se tivesse aparecido outro projeto”. Já Ruben Ferreira afirma que “existir apenas uma candidatura demonstra a unanimidade que o candidato representa perante a comunidade académica”.

O atual reitor obteve uma maioria de votos favoráveis. Dos 35 membros do CG, votaram 31. Desses, 24 votaram a favor, seis em branco e um membro votou contra. João Gabriel Silva toma posse no próximo dia 1 de março, pelas 10 horas e 30 minutos, na Sala dos Capelos da UC.

João Gabriel Silva (Arquivo)

João Gabriel Silva (Arquivo)

Discussão

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: