Cultura

Cinema de mãos dadas com a procura do “eu”

Sessões cinematográficas comentadas, “Olhares sobre a Adolescência”, pretendem abordar e refletir sobre a saúde mental dos adolescentes. Por Margarida Mota

A partir do próximo dia 28 de outubro, o Teatro da Cerca de São Bernardo (TCSB) é palco da rodagem do I Ciclo de Cinema Comentado “Olhares sobre a Adolescência”, organizado pela A CORES – Associação de Apoio a Crianças e Jovens em Risco.

Segundo Magda Silva, uma das organizadoras do projeto, a criação de um ciclo de cinema baseado no tema da saúde mental na adolescência prende-se com a tentativa de “sensibilização da comunidade para as questões e problemáticas que tantas vezes ocupam o espaço de consulta psicológica com estes jovens”, entre as quais “a construção da identidade e autonomia, a transição do mundo infantil para o mundo adulto, a solidão e a descoberta da intimidade e dos afetos”.

O ciclo de cinema é composto por quatro exibições diferentes. No dia 28 de outubro, “Mamã” de Xavier Dolan contará com a presença da psicóloga clínica e presidente da Associação Margarida Matos Beja e do antropólogo Jacques Hourt como comentadores. Para encerrar o evento, após a exibição do quarto filme, intitulado “Um Amor de Juventude”, de Mia Hansen Love, os comentários ficam a cargo de Conceição Melo Almeida, psicanalista, e de Desiree Pedro, arquiteta e docente do Departamento de Arquitetura da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra. Com a diversidade de perspetivas inerente à variedade de áreas de estudo, a organizadora acrescenta que “o debate será bastante enriquecido”.

Cada uma das sessões, abertas a “todos os que tiverem interesse em vir pensar e conversar” sobre o tema ao qual estão subordinadas, terá um custo de 3 euros.

IMG_0097

Fotografia: Rafaela Carvalho – Arquivo

Discussão

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: