Uncategorized

IX SOPCOM decorre entre 12 e 14 de novembro em Coimbra

Congresso de comunicação junta, no mesmo espaço, profissionais a nível mundial da área da comunicação, que vão partilhar os seus conhecimentos a todos os participantes das sessões. Por Carolina Farinha

Realiza-se entre 12 e 14 de novembro o IX Congresso SOPCOM subordinado ao tema “Comunicação e Transformações Sociais”. As conferências vão contar com um grupo científico nacional e internacional de “grandes pensadores da comunicação que vão ter oportunidade de discutir aspetos relacionados com a introdução das novas tecnologias e quais os desafios que estas tecnologias de informação e comunicação têm introduzido no espaço comunicacional”, explica a professora e membro da Comissão Organizadora do evento Rita Basílio.

Dia 11 de novembro vai existir um pré-congresso dedicado ao tema “Género, Media e Espaço Público”, que vai servir de arranque para as sessões dos dias seguintes, introduzindo “mais uma linha a ser trabalhada no âmbito do congresso”, refere a docente.

O congresso é realizado pela Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação em parceria com a Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC), a Escola Superior de Educação de Coimbra (ESEC) e o Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CES20) da Universidade de Coimbra (UC). As palestras decorrem nos espaços da FLUC, da ESEC e do auditório da Reitoria da UC, contando com sessões paralelas cujos temas são dedicados a “linhas de investigação nas quais é integrado o trabalho dos diferentes investigadores”, esclarece Rita Basílio.

Desta forma, serão abordadas temáticas atuais como a Ciência da Informação, Comunicação e Educação, Comunicação e Política, Economia e Políticas de Comunicação, Estudos Fílmicos, Estudos Televisivos, Jornalismo e Sociedade, Publicidade e Comunicação, Rádio e Meios Sonoros, Cultura Visual, Género e Sexualidades e Democracia, Jornalismo e Corrupção Política.

Qualquer pessoa é convidada a participar no congresso que visa, não só, “toda a comunidade académica que se dedique ao estudo das ciências da comunicação”, como também fomenta uma “discussão crucial para quem se dedica ao estudo da sociedade, sendo fundamental para todas as pessoas que têm sentido crítico em relação ao modo como estamos a viver”, clarifica a docente.

Discussão

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: