Universidade

UC é a melhor universidade de lingua portuguesa no ranking das mais influentes

O ‘Wikipedia Ranking of World Universities’ analisa diversas instituições de ensino superior através de logaritmos que aferem o conhecimento associados a estas, presente no ‘website’. Por Sandra Henriques

Foram hoje publicados os resultados do ‘Wikipédia Ranking of World Universities’ e a Universidade de Coimbra (UC) está à frente de todas as outras universidades de língua portuguesa e no top 100. A análise baseia-se em logaritmos que medem o conhecimento alojado na Wikipédia associado às instituições de ensino superior.

Segundo o vice-reitor Amílcar Falcão, este ‘ranking’ distingue-se dos restantes por ter em conta a influência das universidades ao longo dos séculos e também as condições geográficas. “A classificação da Unesco como património mundial teve em conta a influência da universidade no mundo e revela que o peso da instituição é muito superior aquele que é o de uma universidade de pequena-média dimensão, numa cidade pequena, como Coimbra, num país pequeno como Portugal”, sublinha.

Ao contrário de outros ‘rankings’, como o Center for World University Rankings onde as universidades do Porto e de Lisboa aparecem melhor classificadas que a de Coimbra, neste  a UC aparece antes de todas as outras universidades nacionais.

Amílcar Falcão considera que Lisboa e Porto têm aparecido à frente da UC devido ao maior número de alunos. O vice-reitor acredita que o facto de existir mais emprego nas duas grandes cidades do país, não diminuí a capacidade da Universidade de Coimbra de ser uma instituição de ensino superior de qualidade. “Dar emprego em Coimbra não é da responsabilidade da universidade. Formar bem as pessoas para terem emprego é”.

A maioria dos ‘rankings’ dá destaque às universidades Anglo-Saxónicas e à língua inglesa e por isso Amílcar Falcão considera que “este é o reconhecimento da importância da Língua Portuguesa e da Lusofonia”.

Nos primeiros lugares do ‘ranking’ estão as universidades de Cambridge, Oxford e Harvard. Estas cidades são “são do tamanho de Coimbra, mas eles têm cem vezes o nosso orçamento. Com o orçamento que temos do governo e todas as limitações financeiras, não temos hipóteses. Ainda assim, competimos e estamos a subir nos rankings e a melhorar”, conclui o vice-reitor.

Fotografia: DR

Discussão

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: