Cultura

Teatrão promove conferências sobre inquietações da atualidade

Literatura e realidade confrontam-se fora de palco. Estado Social, Cultura e Globalização em foco. Por Júlia de Andrade e Gabriela Salgado

Adaptada à atualidade, “Três Irmãs” é uma peça de Tchekhov que representa uma metáfora da vontade de mudança para a construção de um mundo novo. Com base nesta obra, o Teatrão traz a palco, durante o mês de abril, o ciclo de Conferências Casa/Território: Sujeito, Democracia e Pertença.

Os debates são um convite à reflexão da realidade literária dentro do contexto social. As personagens da obra sonhavam com uma felicidade impossível, “porque o mundo mudou e elas não perceberam”. Como explica a diretora artística do Teatrão, Isabel Craveiro, o ciclo propõe a “discussão da desestruturação da ideia de Estado Social na Europa”.

Cada conferência vai abordar um tema diferente. No dia 9 de abril, vai ser discutida a “Construção do Estado Democrático”, no Auditório do Museu do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, às 17 horas. A ideia é refletir sobre a implosão do conceito de estado social em Portugal e na Europa.

No segundo encontro, o foco vai ser a “questão cultural e a contradição entre o sistema vigente e os direitos dos cidadãos”, sublinha Isabel Craveiro. Além disso, vai ser abordada também a busca pela construção hegemónica do mundo através da Arte como alternativa. “Cultura e Neoliberalismo” vai ter lugar no Café-Concerto do Convento de São Francisco, dia 16 de abril, às 17 horas.

“Territórios Difusos”, o último encontro, vai ser realizado dia 23 de abril, às 17 horas, na Quinta das Lágrimas. O debate vai ter como tema central a globalização, as migrações e os refugiados. O objetivo é mostrar a perspetiva de “pensadores, ativistas, investigadores sociais de Angola e Moçambique”, “que veem o desenvolvimento da democracia portuguesa à luz da implantação da sua própria democracia”, refere a diretora artística da companhia.

Os espetáculos produzidos pelo Teatrão manifestam “inquietações da atualidade”. Isabel Craveiro apela à participação da comunidade no evento.

teatrao

Fotografia: Rafaela Carvalho

Discussão

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: