Cultura

Ateneu promove debate “sem preconceitos” sobre eutanásia

Organização deseja ver assunto discutido sob outros prismas. Conversa quer-se “aberta” com participação de todos os presentes. Por André Sobral

Para o debate acerca de “um tema fraturante”, segundo indica numa nota enviada aos órgãos de comunicação, o Ateneu de Coimbra (AC) prevê uma sessão onde vão convergir “díspares opiniões e conceções”. O assunto é a eutanásia, a ser discutido hoje, às 21h30, no auditório do Instituto Superior de Engenharia de Coimbra (ISEC), num evento de nome “A Cultura Integral do Indivíduo: Eutanásia/Fim de Vida”.

Como oradores, André Dias Pereira, docente na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, que vai tratar da questão da bioética, Carlos Cortes, presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM), que acrescenta à discussão uma perceção clínica do tema, e Luís Francisco, padre e assistente espiritual do CHUC. O presidente da AC, João Duarte Freitas, explica que se pretende recordar que a discussão pode ser enquadrada “jurídica, social, ética, religiosa e politicamente”. Estas questões, “hoje em dia, discutem-se muito”, mas só pela sua “vertente ética”, lamenta.

O facto de este ser “um assunto que está na ordem do dia”, segundo o presidente do AC, terá sido o que gerou a ideia desta conversa. Com a ajuda do Sindicato dos Professores da Região Centro (SPRC), da Associação 8 de Maio e do ISEC, criou-se este espaço de forma a desembaraçar “um conflito discutido há muitos anos” e que “diz respeito a tudo e a todos”, explica.

O objetivo não é provar uma dada posição acerca da questão, já que, assegura o presidente do AC, a organização não escolhe “uma postura prévia para impor”, nem se manifesta “a favor ou contra”. Quer-se, sobretudo, uma conversa “sem preconceitos”, remata.

Por isso, o “debate civilizado” quer-se aberto e com espaço para a participação de todos os presentes. João Duarte Freitas determina que “a sociedade no geral não deve estar a adiar” um tema como este, que se relaciona diretamente com a “dignidade humana” e com a forma de a preservar.

12165918_10205375490975567_1628969126_n

Fotografia: Arquivo

Discussão

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: