Ensino Superior

Objetivo: Coimbra mais verde

NERIFE/AAC e GE/AAC formam parceria para promover a saúde ambiental. Atividades dirigem-se a crianças e adultos . Por Nuno Morgado

A vontade de tornar a cidade mais amiga do ambiente dá um passo em frente com a realização da Semana Verde. A iniciativa, promovida pelo Núcleo de Estudantes de Relações Internacionais da Faculdade de Economia da Associação Académica de Coimbra  (NERIFE/AAC), em parceria com o Grupo Ecológico da Associação Académica de Coimbra (GE/AAC), é um concretizar dessa ambição. Com início ontem, a Semana Verde vai continuar até ao próximo sábado.

O presidente do NERIFE/AAC, Diogo Videira, considera que o objetivo passa por “promover o interesse pelo ambiente entre os estudantes da Universidade de Coimbra (UC)” através da realização de atividades como “debates, palestras, discussão aberta, visitas a escolas e limpeza de parques naturais”.

Tiago Mendes, presidente do GE/AAC, acrescenta que os “problemas ambientais não são apenas locais, mas também globais” e, deste modo, aceitou o convite do NERIFE/AAC por considerar ser “uma boa proposta”. Para justificar a necessidade da realização deste evento, Diogo Videira identifica um problema que está, neste momento em curso no leste do Congo, onde “a exploração de um parque natural por empresas privadas está a destruir o habitat natural dos gorilas”.

É esperada, pelos organizadores do evento, uma boa adesão dos estudantes, com cerca de 20 pessoas por sessão, apesar de a temática não “ser muito atrativa”, admite Tiago Mendes. Diogo Videira considera que os estudantes têm alguma “sensibilização pelos problemas ambientais”, não obstante o alerta para a existência do “muito trabalho que tem de ser feito”. O presidente do NERIFE/AAC acrescenta, inclusive, que “a maior parte dos estudantes de Coimbra não reciclam ou não têm em conta, no seu dia-a-dia, os problemas ambientais”.

Nos próximos dias, a Semana Verde vai contar com várias atividades. Para amanhã, 28, está previsto o convívio “Cheira a Primavera” e, no dia seguinte, sexta-feira, os organizadores do evento vão visitar o Jardim Escola João de Deus, com o objetivo de sensibilizar as crianças para os problemas ambientais. Ainda na sexta-feira, entre as 13 e as 17 horas, está prevista uma ação de limpeza na Mata do Choupal. O último dia do evento tem no programa as Jornadas Etnobotânicas, que incluem uma visita ao Jardim Botânico, onde os participantes podem contar com “provas de comida e uma discussão aberta sobre o vegetarianismo, entre outros temas”, conclui Diogo Videira.

IMG_9995

Fotografia: Mariana Bessa

Discussão

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: